Últimos Posts

    quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

    GOG oferece Neverwinter Nights de graça; saiba como baixar o jogo



    Neverwinter Nights, popular RPG da produtora BioWare lançado em 2002, foi oferecido gratuitamente pela loja digital Good Old Games como parte de sua promoção de inverno, "The Monstrous Winter Sale". O game estará disponível para download até sábado (3), às 9h, horário de Brasília, e os jogadores poderão desbloquear mais três títulos gratuitos até 11 de dezembro.

    Durante o período da promoção cada usuário do serviço poderá acumular pontos de XP com suas compras e visitar a loja e observar as ofertas. Esses pontos, por sua vez, poderão desbloquear três jogos grátis a mais: Shadow Warrior Classic Redux, Shadowrun: Dragonfall - Director’s Cut e STASIS.
    Clássico RPG Neverwinter Nights é oferecido de graça pela loja digital Good Old Games (Foto: Reprodução/Good Old Games)Clássico RPG Neverwinter Nights é oferecido de graça pela loja digital Good Old Games (Foto: Reprodução/Good Old Games)
    A versão do game oferecida gratuitamente é a Neverwinter Nights Diamond Edition, que inclui o game, todas as expansões e conteúdos extras digitais, trilha sonora oficial, mapa e manuais.
    Como baixar
    Passo 1. Vá ao site Good Old Games e faça seu login ao clicar em “Entrar”;
    Entre na loja Good Old Games e faça seu login para poder resgatar Neverwinter Nights gratuitamente (Foto: Reprodução/Rafael Monteiro)Entre na loja Good Old Games e faça seu login para poder resgatar Neverwinter Nights gratuitamente (Foto: Reprodução/Rafael Monteiro)
    Passo 2. Logo abaixo do banner da promoção, clique no de Neverwinter Nights na área que diz “Pegue de graça”;
    Clique em Pegue de Graça para obter Neverwinter Nights gratuitamente no Good Old Games com apenas um clique (Foto: Reprodução/Rafael Monteiro)Clique em "Pegue de Graça" para obter Neverwinter Nights gratuitamente no Good Old Games com apenas um clique (Foto: Reprodução/Rafael Monteiro)
    Passo 3. Pronto! O jogo já foi adicionado à sua coleção do serviço.
    Mais »

    sábado, 26 de novembro de 2016

    Tudo que você faz na web fica registrado; saiba apagar

    Deseat.me: site promete apagar rastros da sua existência na Internet

    Deseat.me é um site que apaga toda a sua presença na Internet. Desenvolvido pelos suecos Wille Dahlbo e Linus Unnebäck, a plataforma permite excluir apps e demais serviços associados à sua conta do Google. Porém, a ferramenta não mostrou muita simplicidade durante os testes. O usuário precisa acessar cada site dos serviços que deseja deletar para realizar o procedimento de remoção.

    A plataforma funciona da seguinte forma: basta entrar no seu Gmail e permitir o acesso do site. Com isso, a página mostra na tela uma lista de todos os apps e serviços associados à sua conta do Google – como aplicativos de corrida, relacionamento, viagem e compras.
    Deseat.me exibe lista de serviços associados à conta Google do usuárioDeseat.me exibe lista de serviços associados à conta Google do usuário (Foto: Reprodução/Carolina Ribeiro)

    O usuário pode manter algumas contas ou selecionar um ou mais apps para apagar. Caso escolha a segunda alternativa, os serviços serão automaticamente adicionados a uma lista para que você possa deletar cada um deles mais tarde.
    Ao clicar em “Apagar”, o usuário será direcionado a página do serviço, que informará o passo a passo para excluir a sua conta. Dependendo do aplicativo, o procedimento pode ser fácil ou demandar um pouco mais de tempo.
    Apps selecionados são adicionados à lista para usuário deletar cada conta por vezApps selecionados são adicionados à lista para usuário deletar cada conta por vez (Foto: Reprodução/Carolina Ribeiro)
    Durante o teste, a maioria das contas não mostrou o link para acessar o site do app, o que evita a exclusão da conta do usuário por meio da plataforma. Nesses casos, apareceu a seguinte mensagem: “O link não está disponível no momento. Verifique em breve”.
    Mensagem da plataforma informando que não foi possível deletar a contaMensagem da plataforma informando que não foi possível deletar a conta (Foto: Reprodução/Carolina Ribeiro)
    Problemas à parte, a plataforma tem como diferencial a opção de informar aos esquecidos as contas que eles têm na Internet — conectadas ao Gmail — e a possibilidade de apagar algumas delas.
    Mais »

    sexta-feira, 25 de novembro de 2016

    Veja a lista de celulares mais vendidos da Black Friday


    O iPhone 6, o iPhone 6S Plus e o iPhone 5S estão entre os celulares mais vendidos durante a Black Friday 2016, de acordo com pesquisa divulgada pela Ebit, empresa que compila dados do comércio eletrônico brasileiro, nesta sexta-feira (25). Os aparelhos estão à venda com preços na faixa de R$ 2.098, R$ 2.655 e R$ 1.390, respectivamente. Além dos smartphones da Apple, o Zenfone, da Asus, também despertou o interesse de compra dos usuários, com o Zenfone Selfie, o Zenfone 2 e o Zenfone Go presentes na lista.
    Vale lembrar que, segundo um levantamento da Ebit, houve um aumento de 16% nas vendas do e-commerce até esta quinta-feira (24). Ou seja, num período pré-Black Friday. Veja, abaixo, o ranking com os 10 telefones mais comprados pelos consumidores nesta Black Friday.

    Compras nos iPhone 6 e 6S são feitas apenas através de cartão de crédito (Foto: Lucas Mendes/TechTudo) (Foto: Compras nos iPhone 6 e 6S são feitas apenas através de cartão de crédito (Foto: Lucas Mendes/TechTudo))iPhone 6 é um dos celulares mais buscados na Black Friday (Foto: Lucas Mendes/TechTudo)

    1) Samsung Galaxy J5
    Com o preço na faixa de R$ 648, o Galaxy J5 é o smartphone 4G com tamanho intermediário da linha de entrada dos Galaxy da Samsung. A tela de cinco polegadas e resolução HD (720p), somada ao processador quad-core de 1.2 GHz, 1,5 GB de RAM e 16 GB de espaço (expansível via cartão microSD), fazem do celular um dos mais interessantes no valor que oscila entre R$ 600 e R$ 800.
    Galaxy J5 tem uma teal de melhor qualidade (Foto: Divulgação/Samsung) (Foto: Galaxy J5 tem uma teal de melhor qualidade (Foto: Divulgação/Samsung))Galaxy J5 está entre os mais buscados da Black Friday (Foto: Divulgação/Samsung)
    2) iPhone 6 (16GB)
    Lançado originalmente em setembro de 2014, o iPhone 6 ainda desperta o interesse do consumidor. O design não envelheceu muito, sendo bastante parecido com o apresentado pelas versões 6S e 7 que o sucederam. Além disso, os dois anos de vida no mercado derrubaram o seu preço, já que o celular pode ser encontrado pelo valor em torno de R$ 2.098. Em relação aos termos técnicos, o iPhone 6 continua sendo um smartphone competente para quem quer investir em produtos da Apple, mas que abre mão de pagar mais caro pelos modelos mais recentes.

    3) Samsung Galaxy S6 Edge (32GB)
    A série S6 marcou uma mudança importante entre os smartphones top de linha da Samsung: o design ficou mais premium, com uso de alumínio e acabamento de maior qualidade. Com lançamento em 2015, o S6 Edge conta com a tela curva na lateral, inovação da Samsung criada para o Galaxy Note Edge, apresentado alguns meses antes. Com hardware ainda bastante atualizado, o S6 Edge chama atenção pelas câmeras de alta qualidade e a tela de resolução Quad HD, mas pode espantar fãs mais antigos da Samsung pela limitação da ausência de slot para cartão de memória, que retornaria no Galaxy S7. No momento, o celular pode ser encontrado na faixa de R$ 1.671.

    4) Samsung Galaxy J7
    Basicamente, todas as características do J5 permanecem no J7, com a exceção notável da tela: o modelo conta com display maior, de 5,5 polegadas, e se destina a usuários que preferem celulares grandes. Além disso, o hardware é reforçado com o dobro de núcleos no processador (oito contra quatro no J5). A tela maior e o processador mais vigoroso acabam direcionando o preço do aparelho para cima, se comparado com o J5. No momento, o J7 pode ser encontrado por preços em torno de R$ 899.
    Galaxy J7 tem telão de 5,5 polegadas processador potente (Foto: Divulgação/Samsung) (Foto: Galaxy J7 tem telão de 5,5 polegadas processador potente (Foto: Divulgação/Samsung))Galaxy J7 está entre os mais vendidos da Black Friday 2016 (Foto: Divulgação/Samsung)
    5) Asus Zenfone Selfie
    Como o nome denuncia, o Zenfone Selfie busca despertar o interesse dos usuários que gostam de selfies. As duas câmeras do telefone tem os mesmos 13 megapixels de resolução, o que traz para o sensor frontal, preferido na hora da selfie, um nível de qualidade fotográfica bem superior. Deixando de lado as câmeras e os recursos fotográficos mais avançados, o Zenfone Selfie é um smartphone intermediário, com processador e conjunto de tela (5,5 polegadas a 1080p) que o colocam em pé de igualdade com a multidão de aparelhos nessa faixa de mercado. O preço do momento para o celular é em torno de R$ 1.139.
    Zenfone Selfie tem câmera frontal de 13 MP com flash (Foto: Luana Marfim/TechTudo) (Foto: Zenfone Selfie tem câmera frontal de 13 MP com flash (Foto: Luana Marfim/TechTudo))Zenfone Selfie tem câmera frontal de 13 MP com flash (Foto: Luana Marfim/TechTudo)

    6) Samsung Galaxy S4 Active
    O S4 Active é um dos celulares mais antigos ainda buscados pelo consumidor brasileiro. A versão Active do S4 é a edição robusta do celular, desenvolvida pela Samsung para suportar melhor quedas, água e poeira. Feito de alumínio, ao contrário do plástico usado no S4 normal, o Active mostra sinais da idade no hardware, idealizado nos tempos do Android 4.2. O aparelho possui processador de oito núcleos de 1.9 GHz e tela de cinco polegadas Full HD, que o colocam um pouco abaixo de modelos intermediários mais recentes. Atualmente, pode ser encontrado por R$ 1.100, em média.
    Galaxy S4 Active pode ser utilizado embaixo d'água e é resistente à quedas (Foto: Divulgação/Samsung) (Foto: Galaxy S4 Active pode ser utilizado embaixo d'água e é resistente à quedas (Foto: Divulgação/Samsung))Galaxy S4 Active pode ser utilizado embaixo d'água e é resistente à quedas (Foto: Divulgação/Samsung)
    7) iPhone 5S (16GB)
    Ainda mais antigo do que o iPhone 6, o modelo 5S foge um pouco da premissa de smartphone top de linha. Lançado em 2013, o celular conta com tela de 4 polegadas, menor do que o display de 4,7 presente no iPhone 6, algo que repercute de forma sensível no design do celular. Além do desenho mais antigo, os três anos também pesam nas especificações, que deixam o iPhone 5S bem para trás quando o comparativo mede velocidade bruta de processamento, memória RAM e capacidade da bateria. No momento, o iPhone 5S pode ser encontrado a R$ 1.390, em média, preço que o coloca em posição competitiva diante de smartphones intermediários, lançados no último ano.
    O iPhone 5S foi lançado em 2013 pela Apple (Foto: Luciana Maline/TechTudo) (Foto: O iPhone 5S foi lançado em 2013 pela Apple (Foto: Luciana Maline/TechTudo))O iPhone 5S foi lançado em 2013 pela Apple (Foto: Luciana Maline/TechTudo)

    8) Asus ZenFone 2 (32GB)
    O smartphone da Asus desembarcou no Brasil em 2015 e se tornou um dos principais celulares do mercado de modelos intermediários. O sucesso do aparelho se dá pelo equilíbrio no custo-benefício, com configuração bastante interessante: a tela é Full HD com 5,5 polegadas, o processador quad-core da Intel vai a 2,3 GHz e há opções de 16 e 32 GB de espaço, com possibilidade de expansão via microSD. Chama a atenção, também, a bateria de vastos 3.000 mAh. Atualmente, o celular é encontrado por cerca de R$ 1.044.
    Asus Zenfone 2 tem câmera frontal de 5 MP e traseira de 13 MB (Foto: Lucas Mendes/TechTudo) (Foto: Asus Zenfone 2 tem câmera frontal de 5 MP e traseira de 13 MB (Foto: Lucas Mendes/TechTudo))Asus Zenfone 2 tem câmera frontal de 5 MP e traseira de 13 MB (Foto: Lucas Mendes/TechTudo)
    9) Apple iPhone 6S Plus (128GB)
    As versões Plus das últimas gerações dos iPhones se referem a aparelhos com tela maior e hardware superior às versões normais. O 6S Plus, lançado em 2015, ainda é um smartphone bem atualizado. Com a chegada dos novos iPhone 7 e 7 Plus, ele ganhou descontos que o tornam ainda mais interessante para quem está em busca de um celular top de linha, mas sem interesse em encarar os preços mais salgados dos últimos lançamentos. Encontrado na faixa de R$ 2.654 atualmente, o 6S Plus está praticamente R$ 1.000 mais barato do que há um ano, na época de seu lançamento no Brasil.

    10) Asus Zenfone Go (16GB)
    Décimo colocado na lista de mais comprados, o Zenfone Go é um celular de entrada, que disputa mercado diretamente com os Galaxy J5 e J7, presentes nesta lista. A tela de cinco polegadas tem resolução HD (720p) e o combo processador + RAM de 1,2 GHz e 2 GB, respectivamente, colocam o Zenfone Go em pé de igualdade com as outras ofertas desse nicho do mercado. Mais um destaque do smartphone é o suporte dual-SIM. No momento, o Zenfone Go pode sair por R$ 789, em média.
    Tela do Zenfone Go é de 5 polegadas (Foto: Leandro Ávila/TechTudo) (Foto: Tela do Zenfone Go é de 5 polegadas (Foto: Leandro Ávila/TechTudo))Zenfone Go está entre os mais vendidos da Black Friday 2016 (Foto: Leandro Ávila/TechTudo)
    Mais »

    terça-feira, 22 de novembro de 2016

    Problemas com o Tinder? Veja 7 soluções

    O Tinder é um dos aplicativos de paquera mais utilizados do momento, tanto no Android quanto no iPhone (iOS), mas não está livre de problemas. Uso inapropriado, bugs de sistema, rede indisponível e outros pequenos impedimentos podem ocorrer. Na lista abaixo, conheça alguns problemas e saiba resolvê-los.
    Tinder inclui mais opções de gênero para o app
    1. Mensagens não enviadas
    É comum que uma mensagem não seja enviada corretamente, principalmente por possíveis oscilações na rede do celular. Espere receber a confirmação de envio para ter certeza de que uma mensagem chegou ao destinatário – se a confirmação não for exibida, é possível que não tenha sido enviada.
    Tider pode apresentar problemas, saiba como resolver os principais (Foto: Divulgação/Tinder)Tider pode apresentar problemas, saiba como resolver os principais (Foto: Divulgação/Tinder)
    O problema pode ser temporário, por isso, espere alguns minutos e tente novamente depois. Verifique sua conexão com a Internet e veja também o status de funcionamento do Tinder, pelo Twitter @Tinder, como indica o próprio app.
    2. Matches perdidos
    Os Matches (as combinações com outros usuários) podem ser perdidos sem aviso. Isso pode ocorrer por erro do sistema, pela opção do outro usuário que combinou com seu perfil ou até mesmo por acidente.
    Matches perdidos podem ocorrer no Tinder (Foto: Raissa Delphim/TechTudo)Matches perdidos podem ocorrer no Tinder (Foto: Raissa Delphim/TechTudo)
    Para resolver, tente deslogar e logar novamente no aplicativo. Se o problema persistir, verifique a conexão com a Internet. Se apenas um ou dois Matches sumiram, o mais provável é que a pessoa do outro lado tenha descombinado.
    3. Login não funciona
    O problema com login também pode ser temporário, similar ao problema com mensagens. A rede do Tinder pode estar fora do ar ou sua conexão de Internet com o celular pode estar com sinal fraco ou desconectada.
    Se o login não funcionar, reinicie o Tinder (Foto: Divulgação/Tinder)Se o login não funcionar, reinicie o Tinder (Foto: Divulgação/Tinder)
    Para resolver, é bom também checar o status do Tinder no Twitter @Tinder. Além disso, tente desinstalar e instalar o aplicativo novamente. Verifique se sua conta está ativa para poder realizar o login normalmente – autorizando o Facebook para logar.

    4. Aplicativo travando
    O aplicativo pode travar e fechar sem aviso para o usuário. Isso pode ter muitos motivos, incluindo problemas no aparelho de quem usa. Verifique se o app está atualizado na última versão e se o sistema do celular é 100% compatível com a versão mais recente do Tinder.
    Se o Tinder travar, verifique o sistema do aparelho (Foto: Divulgação/Tinder)Se o Tinder travar, verifique o sistema do aparelho (Foto: Divulgação/Tinder)
    Isso geralmente pode ser verificado na página de download do app, na App Store ou no Google Play Store. Para resolver, a principal dica é tentar desinstalar e instalar novamente o Tinder, mesmo que tudo esteja atualizado e o sistema seja compatível. Para intensificar a limpeza, reinicie o aparelho após desinstalar e só instale após reiniciar.
    5. Não consigo trocar fotos ou preferências
    Novamente, a Internet pode ser a grande vilã na hora de trocar informações do perfil, como por exemplo enviar uma nova foto, trocar preferência de exibições e não salvar, não modificar a distância para Matches e outras informações.
    Erros de conexão impedem troca de fotos no Tinder (Foto: Divulgação/Tinder)Erros de conexão impedem troca de fotos no Tinder (Foto: Divulgação/Tinder)
    O mais provável é que a Internet esteja com alguma inconsistência de conexão, por isso tente verificar se está ligado no Wi-Fi, 3G ou 4G. Se não estiver funcionando, reinicie o aplicativo, finalizando-o no Android ou no iPhone (iOS). Se o problema persistir, apague e reinstale o Tinder.
    6. Apertei “Não”, sem querer, tem solução?
    É comum que, na pressa de utilizar o aplicativo, escolher “Sim” ou “Não” sem verificar com certeza. Em alguns casos, escolhemos “Não” para pessoas que queríamos apertar o “Sim” e vice-versa.
    Tinder oferece serviço pago para voltar perfis dispensados (Foto: Raissa Delphim/TechTudo)Tinder oferece serviço pago para voltar perfis dispensados (Foto: Raissa Delphim/TechTudo)
    Não há como voltar um perfil já marcado como “Não” na versão gratuita do Tinder. Quem desejar ter acesso a esse tipo de ferramenta precisa assinar o Tinder Plus, que oferece planos variados de pagamento. Somente assinantes podem não apenas voltar perfis, mas também escolher novas localizações ou ter “Sim” sem limites durante o dia.
    7. Recebi notificação, mas não há nada
    Problemas com notificações são comuns em diversos aplicativos. Pode ocorrer de termos alguma notificação no Tinder e, dentro do app, nada ser exibido. É possível que a notificação seja de uma mensagem de alguém que descombinou de seu perfil.
    Notificações do Tinder podem ser exibidas e não ter nada no app (Foto: Divulgação/Tinder)Notificações do Tinder podem ser exibidas e não ter nada no app (Foto: Divulgação/Tinder)
    Neste caso, não há muito a ser feito. Porém, se este não for o problema, tente verificar a conexão com a Internet, se está ativa ou não e, em seguida, finalize e reinicie o aplicativo para tentar receber as notificações normalmente.
    Mais »

    Aprenda como mudar o papel de parede do WhatsApp Web

    O WhatsApp Web é uma forma dos usuários se comunicarem com os seus contatos sem usar o celular. É possível conectar sua conta à uma página web, que espelha o WhatsApp do aparelho na tela. Todos os contatos, conversas, imagens, vídeos e áudios estarão lá também. E assim como você faz no celular, é possível trocar o papel de parede na web também. Confira, no tutorial abaixo, como mudar o papel de parede do WhatsApp Web.

    Passo 1. Ao abrir o seu WhatsApp Web no computador, toque nos três pontinhos que ficam no topo da coluna de contatos. No menu suspenso que se abrir, clique em “Configurações”;
    Acessando as configurações do WhatsApp Web (Foto: Reprodução/Helito Bijora) Acessando as configurações do WhatsApp Web (Foto: Reprodução/Helito Bijora)


    Passo 2. Nesta tela, clique na opção “Papel de parede da conversa”;
    Configurações do papel de parede (Foto: Reprodução/Helito Bijora) Configurações do papel de parede (Foto: Reprodução/Helito Bijora)
    Passo 3. Agora é só escolher um papel de parede dentre os disponíveis para que seja trocado automaticamente.
    Trocando o papel de parede do WhatsApp Web (Foto: Reprodução/Helito Bijora) Trocando o papel de parede do WhatsApp Web (Foto: Reprodução/Helito Bijora)
    Pronto! Agora você já sabe como trocar o papel de parede do WhatsApp sempre que enjoar do anterior ou que desejar dar uma nova cara ao seu mensageiro.
    Mais »

    Aprenda como desbloquear armas clássicas em Call of Duty: Infinite Warfare


    Call of Duty: Infinite Warfare é o novo jogo de tiro em primeira pessoa da franquia da Activision. Disponível para PS4, Xbox One e PC, o título oferece cinco armas clássicas exclusivas para o modo multiplayer. Neste tutorial, saiba como desbloquear todos os equipamentos antigos:
    Confira a análise de Call of Duty: Infinite Warfare
    O arsenal de Infinite Warfare conta com equipamentos inspirados em itens que fizeram sucesso em outras edições, além, é claro, das armas futuristas à base de energia. Os equipamentos foram claramente baseados nos apetrechos de guerra da série Modern Warfare e estão disponíveis na aba “Clássico”, no menu de seleção de armas do componente online.

    O arsenal, porém, não está habilitado desde o início da jogatina. O requisito inicial é alcançar o nível 55 com qualquer personagem no PvP. Ao longo do ano, novos itens com estética tradicional devem ser acrescentados à lista existente.
    Ao atingir o level necessário, você poderá escolher uma das cinco armas que compõem o acervo. Tenha em mente que é permitido apenas uma troca por vale de arma clássica para cada “prestige” conquistado. Portanto, escolha com cuidado e priorize inicialmente a que mais combina com o seu estilo de jogo.
    Call of Duty: Infinite Warfare: como desbloquear armas clássicas (Foto: Reprodução/Victor Teixeira)Call of Duty: Infinite Warfare: como desbloquear armas clássicas (Foto: Reprodução/Victor Teixeira)
    MacTav-45
    Com boas médias em alcance e mobilidade, a "MacTav-45", utilizada pelas antigas agências da Terra, pode não ter uma elevada taxa de dano, mas é uma ótima opção para quem sabe aproveitar a movimentação ágil do personagem. Ela é adequada para tiroteios a média distância.
    Call of Duty: Infinite Warfare: equipamentos clássicos são exclusivos do multiplayer e não exploram a estética futurista (Foto: Reprodução/Victor Teixeira)Call of Duty: Infinite Warfare: equipamentos clássicos são exclusivos do multiplayer e não exploram a estética futurista (Foto: Reprodução/Victor Teixeira)
    OSA
    A única arma da lista que é oferecida sem a necessidade de um vale – basta chegar ao nível 55 -, a "OSA" é um potente rifle automático de alto impacto. Apesar de ser um dos acessórios clássicos mais pesados, com apenas 58 em mobilidade, ela compensa em dano e estabilidade, sendo ideal para confrontos de longa distância.
    TF-141
    TF-141 é um rifle de precisão bastante acessível por conta de sua impressionante média de estabilidade. Com poucas balas no pente, a "TF-141" pode derrubar o inimigo com um único acerto, porém o tempo de recarga é maior em comparação a outros equipamentos da mesma categoria.

    M1
    Se você prefere as semiautomáticas para controlar melhor os disparos, eis a sua melhor opção no set exclusivo: a "M1". Com visual clássico que lembra bastante o design das armas de Modern Warfare 4, a arma tem recuo muito baixo e alcance acima da média. Perfeita para quem tem a mira calibrada.
    Call of Duty: Infinite Warfare: M1 é um das cinco opções clássicas (Foto: Reprodução/Victor Teixeira)Call of Duty: Infinite Warfare: M1 é um das cinco opções clássicas (Foto: Reprodução/Victor Teixeira)
    S-Ravage
    A quinta e última arma da lista é conhecida como "S-Ravage", única representante da classe escopeta. Assim como toda shotgun, a "Ravage" proporciona boa mobilidade e tem uma poderosa taxa de dano. No entanto, ela deixa a desejar em alcance e velocidade de recarga
    Mais »

    GTA 5, um dos melhores jogos de ação de todos os tempos


    Grand Theft Auto 5 é o quinto capítulo da franquia mais popular da Rockstar. O jogo tem um dos enredos mais polêmicos dos games, no qual você precisa cometer crimes e outros delitos para evoluir. A série também foi uma das primeiras a apresentar um mundo aberto, onde o jogador pode optar por cumprir os objetivos principais do modo campanha, ou se divertir com outras atividades ilegais, que vão desde roubar carros até agredir ou matar pessoas inocentes. Além disso, o título já recebeu mods inspirados em "Velozes e Furiosos", Mario Kart e até com jogadores de futebol. O lançamento do GTA V foi no segundo semestre de 2013 para Xbox 360, Xbox One, PlayStation 3 e PS4, já a versão para PC chegou no mercado apenas em abril de 2015, com possibilidade de jogar no modo online.

    Baixar



    Mais »

    SlimDrivers download

    SlimDrivers: faça download e conserve os drivers do PC atualizados

    O SlimDrivers é programa grátis, para Windows, que foi desenvolvido para manter os drivers atualizados de forma muito prática. A ferramenta procura atualizações dos seus drivers e realiza o download automático delas, diretamente do site dos seus desenvolvedores, sem que você precise ficar procurando na internet uma por uma. Além disso, é possível agendar atualizações periódicas e, ainda, realizar o backup das últimas versões baixadas para que o usuário possa restaurá-las, caso seja necessário.
    Os drivers são elementos muito importantes do computador. Eles são responsáveis por integrar e fazer a comunicação entre o sistema operacional e um determinado dispositivo. Por isso, devem estar sempre atualizados para que o desempenho de todo o PC seja satisfatório. Fazer isso pode ser uma tarefa muito demorada, pois é preciso verificar diversos sites, em busca de novas versões, e é nesse ponto que o ele se destaca. 
    Não deixe de baixar SlimDrivers e conferir suas funcionalidades.

    Como funciona e como usar SlimDrivers
    Após instalar o programa em seu computador, o SlimDriver faz uma rápida verificação no sistema e exibe de forma bastante informativa e objetiva as condições de todos os drivers instalados em seu computador. Em seguida, ele permite que os usuários façam o download de possíveis atualizações diretamente pelo link dos sites oficiais de cada desenvolvedor dos componentes verificados. 
    Esse procedimento será realizado toda vez que o programa for iniciado. O usuário pode ainda, na guia de configurações (setup) do programa, escolher ser informado sobre as atualizações de outros drivers. E, também, verificar na lista, exibida pelo serviço, quais dispositivos de hardwares estão prontos para serem atualizados.

    Programa seguro para o seu computador

    O aplicativo é simples, mas contém recursos avançados para quem precisa dar segurança às suas ações. Por isso, para cada tarefa feita, o usuário pode contar com a opção de criar um ponto de restauração, a fim de manter o sistema estável. A plataforma ainda avisa ao usuário se os drivers listados poderão sofrer atualizações. Os updates em questão devem ser feitos pelo usuário. 

    Download

    Mais »

    Faça download do aTube Catcher para baixar vídeos do YouTube

    aTube Catcher é a melhor opção para baixar vídeos do Youtube, ou de outros sites da internet. É um programa gratuito, para Windows, ideal para fazer downloads grátis de vários vídeos e áudios ao mesmo tempo e convertê-los para diferentes formatos. Ele é totalmente traduzido em Português, diferente de diversos títulos do gênero.
    Com ele, o usuário pode baixar vídeos de cerca de 200 sites diferentes - incluindo o YouTube, MySpace, Google Video, iFilm, Stage6, Dailymotion, Metacafe, Vimeo, entre muitos outros. O aTube permite, também, a conversão de vídeos que já se encontram na memória do seu computador. E o melhor: ele converte vários de uma única vez - com o formato que o usuário escolher.
    O aplicativo se destaca da concorrência também pelo fato de gravar CDs e DVDs. Outra vantagem é que o serviço codifica os vídeos para formatos padrão, como DVD, VCD, iPod e PSP. Isso significa que a pessoa pode assistir seus programas favoritos em qualquer lugar ou dispositivo. Além do formato padrão do programa (MPEG4 AVI), é possível salvar o arquivo em MP3, MP2, WMA, WMV,MPG, VOB, OGG, MOV, 3GP, 3G2, AVI, XVID, MP4, GIF, FLAC, WAV, PSP e AVI. Veja na íntegra como usar o aTube Catcher para baixar vídeos e músicas do YouTube.

    Como gravar a tela e o áudio

    Entre as distintas funcionalidades, uma das que mais chama atenção é a ferramenta “Screen Record", responsável por capturar o que está na tela, até mesmo sessões de vídeo do bate-papo do Yahoo! Messenger, e outros similares, filmes em DVD ou reuniões online. Com o seu recurso “Audio Recorder”, é possível gravar arquivos somente de áudio nos formatos MP3, Wave e WMA. Este é muito útil para produzir tutoriais ou ajudar pessoas com algum problema no computador, por exemplo.

    Use aTube como editor de vídeos

    Outro fator interessante é que o programa junta vários vídeos. Ele dispensa um editor específico para aqueles casos em que o conteúdo desejado se encontra fragmentado no Youtube, por exemplo. Ou seja, monta diversos vídeos em um só.

    Gravar CDs, DVDs e Blu-Ray

    É possível gravar CDs, DVDs e Blu-ray com este programa. O usuário pode selecionar qualquer filme salvo no PC e gravá-lo em mídias físicas. Os conteúdos gravados no CD, DVD ou Blu-Ray são reproduzidos em aparelhos domésticos normalmente.

    Streaming

    Além de todos os recursos já mencionados, conta ainda com o recurso que permite armazenar streaming em tempo real, através da opção de StreamCatcher. Dessa forma, é possível gravar o streaming para assistir depois. Sendo assim, o usuário precisa selecionar a página desta mídia e esperar até o programa capturar o sinal de transmissão.

    Autenticação

    Vale ainda ressaltar que o software suporta autenticação, isto é, ele utiliza seu login e senha de sites como Youtube, Dailymotion e Orange. E mais: o aplicativo acessa vídeos privados, desde que o usuário tenha autorização para visualizá-los, é claro.
    A nova versão também oferece suporte a playlists, fazendo com que o programa funcione como um verdadeiro gerenciador de downloads. Com a velocidade turbo ativada, a taxa de transferência pode atingir até 600% mais ágil do que a normal.

    Instalação

    O aTube Catcher está disponível para Windows Vista, Windows 7 e para Windows 8. Se desejar usá-lo no Linux, é necessário baixar primeiro o WineHQ, software que tem por objetivo rodar aplicações Windows de forma nativa neste sistema operacional. O seu download é super rápido e simples, tanto na versão 32 bits quanto na versão 64 bits. Mas fica uma dica: ele instala uma barra de pesquisa no browser e configura sua página inicial para “Ask.com”.
    Para evitar que isso aconteça, basta desmarcar as duas caixas que aparecem em uma janela que ele exibe ao ser instalado, logo após a aceitação do acordo de licença. Não deixe de baixar aTube Catcher grátis para assistir seus vídeos ou filmes em qualquer computador, mesmo estando offline! Lembre-se também de sempre deixar o software atualizado para garantir as novidades do desenvolvedor. No caso de um antigo, o usuário pode perder alguns recursos.
    O programa ainda não está disponível para Android, mas o TechTudo preparou uma lista com alternativas que funcionam da mesma forma que o aTube.

    Download

    Mais »

    Aprenda como escanear documentos pelo celular com o Adobe Acrobat Reader

    Uma boa estratégia para evitar o acúmulo de papéis durante o dia a dia é o uso de algum software do celular para digitalizar documentos e guardá-los no aparelho ou na nuvem. Para smartphones Android e iPhone (iOS) estão disponíveis diversos aplicativo de scanner que podem servir para essa tarefa, sendo boa parte dele grátis. O mais recente aplicativo a receber essa função é o Acrobat Reader, leitor de PDFs da Adobe.
    A atualização do app permite escanear documentos e salvar os arquivos em formato PDF, se tornando uma das melhores opções para esta finalidade. Gostou da ideia? Então veja como escanear documentos pelo celular com o Adobe Acrobat Reader.

    Adobe Acrobat Reader (Foto: Divulgação/Adobe)Aprenda a escanear documentos com o Adobe Acrobat Reader (Foto: Divulgação/Adobe)

    Passo 1. Para começar, abra o Adobe Acrobat Reader e toque no ícone da casa para acessar o menu de opções do app.
    Acessando o menu de opções do Adobe Acrobat Reader (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)Acessando o menu de opções do Adobe Acrobat Reader (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)
    Passo 2. Nesse menu, toque na opção “Digitalizar”.
    Tocando na opção Digitalizar (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)Tocando na opção "Digitalizar" no Acrobat Reader (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)
    Passo 3. Na tela de captura, posicione o quadro azul sobre o documento até que apareça a mensagem "Pronto para capturar o documento". Em seguida, toque no botão de captura do app (o circulo grande na parte inferior da tela).
    Escaneando o documento (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)Escaneie o documento utilizando o Acrobat Reader (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)
    Passo 4. Na próxima tela, será exibida a imagem capturada. Nela, existem opções para melhorar a qualidade da captura, que você pode ou não usar, conforme sua necessidade. Quando terminar de ajustar, toque na opção “Salvar PDF”.
    Iniciando o salvamento do documento pelo Acrobat Reader  (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)Iniciando o salvamento do documento pelo Acrobat Reader (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)

    Passo 5. Na tela seguinte, você pode optar por salvar o documento na nuvem, compartilhar ou iniciar uma nova digitalização. Se quiser apenas ver os documentos escaneados, toque na opção “Concluído”.
    Salvando e concluindo o escaneamento do documento (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)Salvando e concluindo o escaneamento do documento com o Acrobat Reader (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)
    Agora seu documento está na tela do Adobe Acrobat Reader e pode ser acessado a qualquer momento.
    Mais »
    Traduzido por: Template para Blog